Fechar cadastro
Banner

Tiago Alberione, o “Apóstolo da Comunicação”

O sacerdote é o fundador da “Família Paulina” e viveu no século XX

Atualizada em 26/11/2021 às 16:13


tiago-alberione-com-uma-câmera

Padre Tiago Alberione manuseando um câmera de TV | Foto: fapcom

Em 27 de abril de 2003, o papa João Paulo II beatificou Tiago Alberione, em Roma. A partir daquele momento, o mundo teve a oportunidade de conhecer melhor o legado do sacerdote italiano, que aderiu aos meios de comunicação como forma concreta para evangelizar todos os povos.

 

Alberione nasceu em 4 de abril de 1884, em San Lorenzo di Fossano, Itália. Desde criança, afirmava que se tornaria sacerdote da Igreja Católica, porém primeiro ajudou no sustento da família que enfrentava sérias dificuldades financeiras antes de entrar no seminário.

 

Profecia

 

Tiago era o responsável por segurar o lampião à noite para os trabalhadores da lavoura e repetidamente “tomado” pelo cansaço, deixava o lampião balançar e os trabalhadores ficavam no escuro e poderiam sofrer acidentes. A mãe do menino ao presenciar tal cena, gritava:

 

“Tiago, a luz!”

 

Frase essa, que foi compreendida como profecia sobre o jovem Alberione que seria luz e levaria a “Boa nova” de Cristo pelos meios de comunicação no século XX.

 

Seminário

 

Ingressou no seminário menor de Brá, na diocese de Turim, Itália. Por algum motivo, o jovem italiano foi demitido do seminário em 1900, e teve que retornar ao seio familiar para ajudar com seu trabalho no sustento da família novamente.

 

Naquele mesmo ano, Tiago foi orientado pelo padre João Batista a ingressar novamente no seminário italiano de Alba e assim o fez no outono.

 

Depois de rezar por quatro horas diante do Santíssimo Sacramento, na madrugada de 1º de janeiro de 1901, se sentiu atraído para servir a Jesus e evangelizar todas as pessoas no novo século que se iniciava naquela noite.

 

Os meios de comunicação se abrem para Alberione

 

Recebeu a ordenação sacerdotal em 29 de junho de 1907, com apenas 23 anos. Oito anos após a ordenação sacerdotal, padre Tiago Alberione a pedido do bispo local, assumiu o jornal diocesano “Gazzetta D´Alba”. Tal função, possibilitou a Alberione realizar o desejo do seu coração: evangelizar por vários meios muitas pessoas que não frequentava a igreja. Pouco tempo depois de assumir o jornal, fundou a editora San Paolo em honra ao “Apóstolo dos Gentis”, Paulo de Tarso e a produtora cinematográfica San Paolo Film.

 

A inquietação que habitava a mente de padre Alberione o fez se especializar cada vez mais, se tornou tipógrafo, escritor, publicitário, editor, locutor, diretor, ator, mestre, artista e seus feitos estão presentes em mais de 65 países como canais de TV, editoras, congregações religiosas etc. A comunicação do padre Tiago Alberione se expandiu para além da TV, compreende edição de livros, revista e jornais, cinema, rádio, televisão, além dos centros de estudos e especialização oferecidos em vários países pela “Família Paulina”.

 

tiago-alberione

Padre Tiago Alberione | Foto: Wikipédia

Família Paulina

 

Movido pelo espírito missionário do Apóstolo Paulo de levar a palavra de Cristo a todos, sem exceção, em 1914, padre Tiago Alberione fundou a “Família Paulina” – Pia Sociedade São Paulo.   O Carisma da Família Paulina consiste em:

 

“Viver Jesus Cristo, Mestre e Comunicador, Caminho, Verdade e Vida, e anunciá-lo com os mais modernos e eficazes meios que o progresso humano pode oferecer.” 

 

O “Apóstolo da Comunicação”

 

Padre Tiago Alberione conscientizou o meio católico sobre a necessidade de assumir os meios de comunicação como apostolado diário na evangelização. Os Métodos e as técnicas criadas por Alberione, para evangelizar pelas ferramentas tecnológicas de sua época, foram exaltadas no Concilio Vaticano II, episódio da Igreja do qual ele participou pessoalmente em Roma.

 

A Igreja teve a oportunidade de entender por meio do padre Tiago que a comunicação que os meios de comunicação podem ser ferramenta efetiva na construção e propagação do reino de Deus na terra.

 

A voz que ecoa

 

O Bem-aventurado, padre Tiago Alberione, faleceu em 26 de novembro de 1971, na Cidade Eterna. Neste ano, se completa 50 anos da morte do “Apóstolo da Comunicação”, e a voz dele ainda ecoa pelo mundo. Como religioso, Alberione não quis apenas formar novos padres, irmãs e irmãs religiosas, abriu as portas para que leigos e leigas pudessem se especializar e evangelizar pelos meios de comunicação.

 

O ato de evangelizar na atualidade pelos canais de TVs, sites ou portais, redes sociais como Instagram, Facebook ou pelo Youtube, é fruto do pioneirismo de padre Tiago Alberione. As atitudes de Alberione, se tornaram atemporais e ensinam que o objetivo diário dos meios de comunicação católicos é oferecer conteúdos que formem o ser humano e aprofundem a espiritualidade na pessoa de Cristo Jesus, nosso único Salvador.

 

“Tiago Alberione deu à Igreja novos instrumentos para se expressar, novos meios para dar força e amplitude ao seu apostolado, nova capacidade e nova consciência da validade e possibilidade de sua missão no mundo moderno e com os meios modernos”. Papa Paulo VI

 

Bem-aventurado, padre Tiago Alberione, rogai por todos que trabalham com a evangelização pelos meios de comunicação.

 

Vanusa da Silva, da Rede Século 21


Leia mais:

Voltar
Aplicativo Louvemos o Senhor Cifrado 2.0 - dez/2021
facebook twitter instagram youtube whatsapp
Linha Separação
Linha Separação