Fechar cadastro
Banner

Quando teve início a devoção a São José?

O Pai adotivo de Jesus é invocado por católicos de todo o mundo em causas especificas como o desemprego

Atualizada em 26/11/2021 às 17:22


são-josé-dormindo

Imagem de São José dormindo | Foto: Rede Século 21

No próximo dia 8 de dezembro, encerra-se o “Ano de São José”. O pai adotivo de Jesus teve papel importantíssimo no plano salvífico de Deus para com a humanidade, enquanto “guardião” da Sagrada Família. É invocado, por isso, como protetor da família e dos trabalhadores. São José tem fundamental importância e papel na Igreja, por isso, a devoção a esse grande santo ultrapassa séculos.

 

Início da devoção

 

Em 1479, sob o papado de Sisto IV (1414-1484) teve início o culto católico a São José na Igreja e a data escolhida para venerar o santo foi 19 de março. O papel desse grande santo, ganhou destaque depois da proclamação dele como Padroeiro Universal da Igreja.

 

Patrono Universal da Igreja

 

maria-dormindo-enquanto-são-josé-cuida-de-jesus

Imagem que representa Maria dormindo e São José cuidando do Menino Jesus | Foto: @franciscus

151 anos, São José foi proclamado por Pio IX como Padroeiro Universal da Igreja Católica. A devoção ao esposo de Maria Santíssima é antiga, e especialmente neste ano de 2021, ganhou maior notoriedade, pois, o Papa Francisco em 8 de dezembro de 2020 decretou “O Ano de São José”.   “Pai amado, pai na ternura, na obediência e no acolhimento; pai com coragem criativa, trabalhador, sempre na sombra: com estas palavras” afirmou o Papa Francisco na Carta apostólica “Patris corde – Com coração de Pai”.

 

Devoção a São José dormindo

 

Em 2015, a imagem de São José dormindo se tornou mundialmente conhecida por causa dos dizeres do Papa Francisco:

 

“Quando eu tenho um problema ou uma dificuldade, eu o escrevo em um papelzinho e o coloco embaixo de São José, para que ele sonhe sobre isso. Isso significa: para que ele reze por este problema”.

 

O papa ainda acrescentou:

 

“Repousar no Senhor, levantar-se com Jesus e Maria e ser voz profética (…). Esses momentos preciosos de repouso, de descanso com o Senhor na oração são momentos que gostaríamos, talvez, de prolongar. Mas, a exemplo de São José, quando ouvimos a voz de Deus devemos despertar, levantar e agir”.

 

Depois dos dizeres do papa, inúmeros católicos criaram o hábito de escrever um bilhete e colocá-lo embaixo da imagem de São José adormecidoe pedir pela intercessão dele em relação as intenções e pedidos que habitam o coração humano. Na Sagrada Escritura, Enquanto José dormia com o pensamento de abandonar Maria, o anjo lhe apareceu para direcionar por qual caminho ele deveria seguir e que não deveria temer em fazer a

vontade de Deus.

 

“Assim aconteceu o nascimento de Jesus: Maria, sua mãe, era noiva de José e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida por obra do Espírito Santo. José, seu noivo, sendo um homem justo, não quis que ela ficasse com o nome manchado e resolveu abandoná-la sem ninguém o saber. Enquanto planejava isso, teve um sonho em que lhe apareceu um anjo do Senhor para dizer-lhe: “José, filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como esposa, porque a criança que ela tem em seu seio vem do Espírito Santo. (…) Quando acordou, José fez o que o anjo do Senhor havia mandado. Levou sua esposa para casa.” (Mt 1,18-20;24)

 

São José, rogai por nós!

 

Vanusa da Silva, da Rede Século 21


Leia mais:

Voltar
Revista Brasil Cristão Criança - Janeiro 2022
facebook twitter instagram youtube whatsapp
Linha Separação
Linha Separação